quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Não

Quando criança dizemos tanto, e com tanta facilidade... Não, 'não quero, não gosto, não vou' mas aí a gente cresce e tudo fica mais complicado... ou a gente complica tudo. Não sabe se quer ou não, ou sabe o que quer mas sabe que não deve. Como uma droga, você sabe que vai te matar, mas ela te seduz, te alegra, te deixa num estado que nenhuma outra... Ou uma mulher...


Importante é aprender que dizer não para o outro é, por vezes, dizer sim a você mesma. De que adianta dizer sim, sim, sempre sim, e não ser verdadeira a você? Esse sim, será o pior dos nãos.

Diga menos não, e mais sim ao que te faz bem, ao que te alegra, ao que te ama...

Agora sou eu quem digo, 'Eu te amo, mas não dá...'

Ai beliscas, eu amo...

Bjs,
Cames

Post musicado pela Calcanhotto
Adriana Calcanhotto - Do fundo do meu coração

2 comentários:

*el*rio* disse...

escutei uma vez de uma cena, assim : - eu me amo mais!

fez tanto sentido, mais eu realmente entendi ela completamente faz pouco tempo!

tem momentos que temos que nos amar primeiro!

e tem muito sentido com o que você falou!!!!

Anonímia disse...

Ah, Gata,

Desencana...rs..."Forever is a long, long time. But so what?"

Você ama demais as minhas serenatas... conta outra. :P

Bisous,


P.S. http://www.youtube.com/watch?v=mCXMl4Hs2Oo