sábado, 11 de setembro de 2010

Knock out

Quando você entende que já apanhou o sufuciente, seu oponente se vira em retirada, você começa a se levantar, passa os dedos pelas cicatrizes abertas, sente as feridas, limpa o sangue da boca, aperta os olhos identificando a dor...

Um último soco atinge a boca do estômago, te tira o ar. De tão potente, ou você tão impotente, te levanta do chão. Chão que parece um leito de morte quando seu corpo se choca contra ele, você pensa que não deveria ter se levantado, não tão rápido... não agora.

Parece a morte, ou seria melhor a morte, antes daquele soco, antes da última dor. Estranhamente esse soco que penetra cada milímetro do seu corpo, te traz a vida, setir dor significa estar viva, seu peito dói, mas o coração ainda bate.


'It ain't over 'till it's over' ... GAME OVER

4 comentários:

ellencodeco disse...

realmente!!! quando pensa que acabou, vem a vida te da uma rasteira!!!!

Alice disse...

Quem anda batendo assim em vc, menina?

Hello Stranger disse...

Um dia a gente apanha, noutro bate.

às vezes, apenas vive.

É assim mesmo.

As Beliscas disse...

Quem eu deixei que me batesse assim...

Mas já estou de pé, e cuidando dos curativos ;)

bjókas