segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

... E Viveram Felizes Para Sempre...

Era com essa fraze que sempre terminavam os contos de fadas que a gente lia quando criança, é assim que terminam os filmes de comédia romântica que assistimos na adolescência... O problema é que esqueceram de avisar que a vida não é um conto de fadas, que felizes para sempre não existe. A pobre menininha iludida pela Cinderela, seu 'principe' pode até aparecer mas ele não será aquele gato pro resto da vida.

Parece papo de gente amargurada né, que tomou um pé na bunda... mas não é... Meu namoro vai muito bem, obrigada. Mas as vezes a gente para pra pensar... TANTA gente casando e separando, namorando uma, depiois outra, depois outra... num ciclo vicioso sem fim. E aí você pensa, mas por que que meus avós estão casados até hoje, 50, 60 anos. Ok, esquece a igreja a sociedade, blá blá blá. Estou falando de sentimento do que a gente procura para nossas vidas.

Por esses contos de fadas e tudo mais, queremos sempre viver nesse estado de euforia, de paixão, de romance, de tesão, sempre. E não é por aí. Não é por aí MESMO. Me desculpem as girininhas pelo choque de realidade vocês podem escolher não acreditar, eu entendo.

Não estou dizendo que isso seja ruim, que estamos fadados a viver tristes e sozinhos. Mas temos que ceder em alguns pontos, entender que amor é MUITO mais do que isso. É muito mais do que paixão, sexo, calor. É companheirismo, é carinho, é cuidado... E esse amor é mutável, ele passa por fazes, ele é colorido, é cinza, é alegre, é triste, mas deve ser cultivado. Com a pressa que temos hoje, acabamos procurando uma solução rápida para uma questão maior, ao invéz de entender essas fazes, aceita-las e seguir em frente, as pessoas desistem e pulam para outro relacionamento que fatalmente chegará ao mesmo lugar, e isso só vai se repetindo. É uma busca infinita pelo prazer, que acaba sendo um pouco vazio, por que não dura...

Vish.... falei... Palavras do dia: 'cultive, ame, permita-se, dê uma chance'

Beijos belisquetes!

Cames

3 comentários:

Mari disse...

Cames,
Amor pra mim é isso. Cuidado, respeito, cultivo, comunhão. Minhas relações são looooooongas e serenas!!
Acho que isso é disposição para aceitar a outra pessoa do jeitinho que ela é. Perder a fantasia de querer mudar o outro.Amar pelo que cada um de nós temos de bonito e feio.
bjo grande!

Marcia Paula disse...

Nossa,

A Mari já disse tudo,temos que amansar o coração e jamais tentar moldar a outra,meu atual relacionamento está durando pacas,não penso no tempo que teremos ou se só a morte nos separará,penso apenas que a amo hoje,exatamente hoje.Beijos,querida.

♥Thályta Kutcher♥ disse...

Falou tudo! mas o problema é que existem aquelas pessoas que só desejam o calor do prazer momentâneo e esquecem das coisas que são o sustento do relacionamento(como vc mesma citou).
Tenho amigas que vivem na busca incessante pela pessoa amada e fica achando defeitos em todos (como se um dia fosse achar alguém perfeito!¬¬).
Muito boa a sua colocação e acho que só entende isso que vc falou quem tem um relacionamento sólido ,caso contrário achará vc desiludida!hauahaau