domingo, 5 de abril de 2009

Causos da Vida (para rir)

Há certas coisas na vida que aparecem de sopetão, mas quando você para pra imaginar elas são muito cômicas....

Pois bem, me aconteceu um 'causo' essa manhã que senti imediatamente um ímpeto de didvidir com o mundo (nem que seja esse mundinho restrito de pessoas que leem esse MARAVILHOSO blog hehehehe)

Lembrei outro dia de uma amiga blogueira que ao contar sobre sua nova casa, fez questão de ressaltar a existência de uma igreja, templo, ou seja lá o que for, da Igreja Universal com seus cultos fervosos e como de praxe, BEM barulhentos.

Não temos a mesma idéia, de modo geral, da Igreja católica, eles até são (e gente isso é o MEU ponto de vista) bem chatinhos, mas não ficam berrando sua fé na sua nossa cara né... Pelo menos é o que imaginamos. Pois nesta linda manhã de domingo, em que dormia na minha caminha ainda MUITO MINHA, no meu quartinho AINDA MUITO MEU, na casa da minha mãezinha, coisa que não acontece com muita frequencia (sem trema), começo a ouvir alguém rezando uma Ave Maria, e o som ia se aproximando. 'MEU DEUS, será que eu morri dormindo?' e o som vinha chegando mais e mais perto, e a voz era familiar, bastante familiar... Da família MESMO! Era a voz da minha tia, ou como eu gosto de chama-la, A BEATA! E não eu não tinha morrido, a Ave Maria não era pra mim, ou pelo menos ou acho que não. Ao Recuperar meus sentidos percebi que passava por debaixo da minha janela (do 6o andar, vale ressaltar) uma procissão!!! Deve ter algo a ver com a páscoa que se aproxíma, mas meu calendário bíblico é muito restrito para saber exatamente o que. E de repente o fervor aumente e as vozes se exaltam 'Nossa senhora das Dores ROGAI POR NÓS' parecia uma súplica desesperada, estavam a ponto de gritar, isso se repetiu umas 3 vezes, foi um tanto quanto assustados, e aí eles começaram a cantar, sem entender muito bem as palavras entoadas o som foi se dissipando... tudo ainda muito confuso, mas fato que acordei.

Poucos minutoos depois aparece minha linda mãezinha, pobre irmã de A BEATA! 'mãe você também acordou com 'A BEATA' gritando no megafone?' 'Sim, com ela, o padre, mais toda aquela gente' huahuahuahuahua, a cena era linda, minha mãezinha, que quando ganhou uma bíblia, a usava para guardar seus dólares. Deve ter quase vergonha de ter A BEATA como irmã.

Bom meus queridos, esse domingo promete! :D até por que como Domingo é dia de família reunida, estaremos todos juntos num lindo almoço, eu, mamãe, A BEATA, a vovó que deu a bíblia, e todos os outros personagens dessas e de muitas histórias, reais, mas o mesmo tempo SUrreais.


Um beijo enoooooorme, da Cames, ainda com a cara amassada!

7 comentários:

olina disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
enola disse...

Morro de rir com teus posts.
Hoje foi Domingo de Ramos, por isso teve procissão. Hoje é o dia de relembrar e celebrar a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém.
Experimenta vir de uma família INTEIRA católica, apostólica, romana e praticante fervorosa. Beatas não faltam. E lógicamente elas sempre me lembram de dias como esse. Uma tentativa de me fazer tão devota e menos pecadora.

Boa semana!

Cris. disse...

Hahaha...
Também tenho uma tia Beata (que me adora! oO e tenho medo do que vai achar quando descobrir a "minha realidade").
Aqui na minha família ela que dá bíblias de presente...
Qualquer posto sobre ela..

Mto bom como sempre! =)

Beijo

coizinha disse...

meu, "melhor" que ter uma tia beata é ter TAMBEM uma MAE BEATA.


acredita que eu to sendo obrigada. sim eu disse OBRIGADA, COAGIDA, a participar da crisma?

pois é minha cara...

porque respeito mutuo é pros fracos viu...¬¬

A Lobba! disse...

TENHO VÁRIUUUUUSSSSSSS PARENTES BEATOS!RS
E AINDA TENHO UMA VIZINHA QUE NÃO É DE RELIGIÃO ALGUMA, QUE TEIMA EM ACORDAR-ME AS 6 DA MATINA COM MÚSICA GOSPEL NAS ALTURAS (DETALHE, SÓ TOCA MARA, QUE DE MARA NÃO TEM NADA!)
ENFIM, CUMPRI-SE A MÁXIMA: O INFERNO É AQUI!
LAMBIDAS DE UMA LOBBA SOLIDÁRIA!

Alice disse...

Ninguém merece ser incomodada com essas coisas. É preciso paciência de Jó para esse povo!

Maria disse...

Pelo menos aqui a procissão não passa nem perto de casa; a procissão é curtinha: da rua atrás da igreja até a entrada...

Como eu sei disso?? Eu tenho uma mãe beata! E, segundo ela, já que já sou "crismada", já posso casar na igreja! Mal sabe ela...

Bjo grande.